As versões desportivas Polestar da marca sueca poderão ser as mais beneficiadas desta partilha de conhecimentos.

A Geely, a dona da Volvo, assumiu há poucos dias a compra da Lotus à Proton, apesar de o negócio só ficar concluído em julho. Em declarações à Drive, Roger Wallgren, o engenheiro responsável pela dinâmica do XC60, disse que a aquisição da marca britânica, conhecida pelos seus modelos desportivos, poderá trazer melhorias em termos de afinação do chassis, em particular da suspensão, que permitam incrementar a dinâmica dos novos Volvo. Aliás, a própria Lotus está habituada a contribuir com o seu know-how ao nível das suspensões com outros construtores, ao longo da sua história. Recorde-se, por exemplo, a conceção do Nissan GT-R, do Aston Martin DB9 e mesmo do Volvo 480 hatchback dos anos 1980.

Estas afinações poderão ser sobretudo úteis nos modelos desportivos Polestar (na imagem o S60 Polestar), nos quais a marca sueca deposita elevadas expectativas para o futuro. O objetivo é criar uma divisão que possa ombrear com os rivais alemães Mercedes-AMG, BMW M e Audi Sport.

Assine Já

Edição nº 1460
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes